segunda-feira, 1 de novembro de 2010

DESPE-ME DO SONHO...veste-me de realidade

Despe-me...
Quando me deito e meu pensamento é teu...
Limiar de uma vontade que se faz urgente...

Veste-me...
De ti quando me tomas no calor da tua pele...
No toque teu que me inunda de desejos acariciados....

Despe-me...
De um sonho colorido que te pinta em mim...

Veste-me...
Das tuas cores inventadas....

Despe-me...
De um amanhã distante...

Veste-me...
De um hoje urgente...



By me
Isa

31/10/2010

1 comentário:

  1. Belíssimo o jogo de palavras, adorei o poema, parabéns.

    ResponderEliminar